terça-feira, 17 de outubro de 2017

Na tua vida mandas tu. Não podes fazer tudo. Mas podes fazer o que te faz feliz. Os outros, ou aceitam ou ficam a olhar… para a tua brilhante carreira!

A sociedade ou é muito boazinha connosco ou é uma madrasta muito filha da puta. Se fazemos o que querem somos os maiores, se não fazemos dizem cobras e lagartos de nós. Em tempos fui um herói. Enfrentei o que mais ninguém conseguia. Como mantive sempre as mesmas convicções, é mais que evidente que um dia tive de criticar os que me apoiavam só porque se venderam por uns tremoços, passei a ser o pior dos piores.
Sabem qual foi a minha resposta? Deixei de lhes passar bilhete. Já tinha amigos em todo o lado, aqueles já não passavam de oportunistas que se queriam aproveitar de uns artigos de jornal que eu escrevia para se promoverem.
Fui estudar mais. Em Coimbra, vejam só…
Hoje, mesmo hoje, só está comigo quem sempre aceitou a crítica, Os outros continuam a falar de mim, e muito mal… mas eu estou-me bem a foder para tudo. Sabem porquê?
Porque só preciso de umas árvores ou o mar para ser feliz. Claro, se possível com uma bela sandocha de queijo e presunto…


Se te criticam. Segue em frente. Lê um livro. Tira outro curso. Eles só sabem criticar. E tu só sabes viver…

Até amanhã!

Sem comentários:

Enviar um comentário